Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Ganhos do emprego e seus efeitos na economia não são sustentáves

emprego está no limite e o seu rápido desenvolvimento nos últimos dois anos que puxou pela economia vai abrandar.

“A principal razão para a subida do PIB no segundo trimestre de 2017 foi o crescimento do emprego de 3,5%. A questão agora é se os contributos [positivos] do emprego podem ser sustentáveis”, perguntam os especialistas da BMI Research. No relatório respondem que tal não é possível porque era preciso aumentar a atual força de trabalho.

“A recuperação económica de Portugal vai tornar-se gradualmente mais desafiante assim que os ganhos rápidos do emprego que deram gás à subida do PIB começarem a diminuir bruscamente nos próximos anos“, assinala o relatório. Contudo, os analistas acreditam que a produtividade passará a contribuir mais para o PIB, ainda que existam “restrições estruturais” a limitar a expansão da economia.

Restrições estruturais que se removem com reformas estruturais que os apoios do governo não deixam fazer.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.