Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Fazer de barriga de aluguer tem custos para o governo

Há um prémio salarial dos funcionários públicos em relação aos trabalhadores do privado que se aprofundou com a reversão de salários e pensões e das 35 horas. E isso custa 1 400 milhões de euros.

"A Administração Pública deveria identificar empregos específicos necessários no sector público (como peritos em tecnologias de informação) e rever a estrutura salarial que é cara e trava atracão de talentos

Há funcionários públicos a mais que ganham relativamente bem e que progridem segundo a antiguidade e não segundo o desempenho.

Tudo o que é apontado pelos técnicos do FMI tem a ver com as exigências do PC e do BE e também é por isso que Bruxelas insiste em falar de sanções. O governo não pode esperar contemplações quando é barriga de aluguer de dois partidos da extrema esquerda anti-europeístas. É o preço a pagar embora se trate mais de um argumento para dar margem de negociação do que aplicar uma medida que seria como deitar gasolina na fogueira.

O Governo português deve reduzir o emprego público em áreas que continuam com excesso de pessoal, cortar o prémio salarial no Estado em particular para trabalhadores pouco qualificados, e tornar a escala salarial mais inclinada e dependente do desempenho e não tanto dos anos de trabalho.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.