Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Em 2016 há menos dinheiro para a saúde

O tecto orçamental em 2016 para os hospitais é o mesmo de 2015. Como foram aumentados os salários e as horas extraordinárias com a redução das 40 horas para as 35 h, há menos dinheiro para as despesas hospitalares. Os doentes vão ser tratados com menos dinheiro logo, pior. Não está mal para quem andou a acusar o anterior governo de querer acabar com o SNS.

E com as escolas também vai ser assim, mais salário para os professores menos dinheiro para as despesas operacionais da escola com os alunos. Dêem largas à imaginação, afinal o governo tem que ir buscar dinheiro a algum lado para cobrir mais  salários e horas extras, bem como pagar a dívida que, por agora, vai crescer 11 mil milhões. E os juros da dívida que já estão a crescer com o BCE a dizer que não pode continuar a comprar dívida soberana.

Como assinala o jornalista José Gomes Ferreira, no próximo ano as despesas com saúde vão baixar necessariamente pois o Governo, ao mesmo tempo que manteve o tecto do Orçamento do Serviço Nacional de Saúde de 2016 igual ao de 2015, aumentou significativamente as despesas com pessoal: os salários vão ser repostos e as horas extraordinárias vão aumentar por causa da lei das 35 horas de trabalho semanal“. Logo, o dinheiro vem das outras parcelas. Quais? As dos serviços prestados aos utentes. 

Quantas manifestações de rua, fóruns radiofónicos e Prós & Contras vamos ter sobre o assunto?

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.