Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Economia parada entre 0,25% e 0,75%

Ao mesmo tempo que 2016 avança as previsões para o crescimento da economia pioram. A última dá um crescimento entre 0,25% e 0,75%. Como o orçamento foi de 1,8% calcule-se o buraco em termos de arrecadação de receita. As perspetivas para o segundo semestre” deste ano “dificilmente poderiam ser piores“, agravadas com contas públicas que estão “sob suspeita”.

Durante os três primeiros meses de 2016, assinala a nota, “a poupança das famílias foi negativa, algo de inédito e altamente preocupante“. As responsabilidades caem, parcialmente, sobre os ombros do Executivo. “Isto decorrerá em parte da estratégia governamental de estímulo ao consumo, mas coloca-nos na péssima posição de não conseguirmos financiar o investimento atual, que é já demasiado baixo”.

E a dívida não cessa de crescer evidenciando que as necessidades de financiamento são bem maiores que o suposto défice controlado. Acreditem, estão a mexer nos nossos bolsos.