Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Despediu o Seguro, despede o Édson, despedirá o António

António José Seguro foi despedido por ganhar "por poucochinho". Édson Athayde está quase no desemprego porque a campanha está a correr mal. O próximo será um António, embora ainda não se saiba qual.

É que há sempre um responsável mas nunca é o Costa. Esteve com Sócrates nos governos que atiraram o país para a bancarrota, mas os culpados não estão no PS.

O cartaz ( de Édson que António Costa não gosta) não é só propaganda, o que já seria irónico. É o PS.  Um cartaz que tenta esconder um passado e oferecer um futuro radioso. Mas não é possível apagar o passado. O PS e António Costa  teriam andado bem melhor se tivessem resistido à tentação.

O novo cartaz mostra uma jovem a tentar esconder com uma cortina um céu carregado de nuvens negras ao mesmo tempo que abre para um sol radioso em fundo de céu azul .

Parece inspirado na melhor tradição da propaganda cultural maoísta ou no "realismo socialista" da era soviética (Luis Marques - Expresso)

cartaz ps.jpg

 

 

1 comentário

Comentar post