Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Desemprego com maior descida na Europa

Está agora nos 14% e acompanha uma descida generalizada na Europa. Claro que o turismo ajuda mas nos anos anteriores em que a taxa era 17,7% também havia turismo. Entre mais contribuições dos novos empregados e das empresas e da redução dos subsídios de desemprego o estado arrecada mais de 500 milhões. As taxas de juro estão em mínimos, falta conter as despesas com o pessoal e com o fornecimento de bens e serviços de terceiros. Os tais que segundo a oposição têm sido "as vítimas". Mas a verdade é que não deixam de crescer.

Já na Zona Euro anda à volta dos 10%. Diz quem sabe que descer até 10% Portugal vai conseguir abaixo disso entra-se no desemprego estrutural que só cede com novos investimentos e criação de postos de trabalho em novas actividades.

Entretanto o PIB com a nova forma de cálculo vai crescer 2,9%. Bem precisamos com o desastre BES a pairar sobre as nossas cabeças.