Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Cuba não quer afundar-se com o colapso da Venezuela

20% do PIB de Cuba depende da ajuda da Venezuela. Apesar do imenso petróleo, a Venezuela está prisioneira de um conglomerado de interesses que mantém o povo venezuelano na miséria. São esses 300 000 barris diários de petróleo que os USA, a um preço não superior a 60 dólares , querem fornecer. E Cuba não quer ir para o fundo com o colapso da Venezuela.

A presente decisão de Cuba é um sinal claro que o Partido Comunista, as forças armadas e os serviços secretos cubanos concluíram que a Venezuela está a caminho do desastre. A sobrevivência do regime cubano dependeu sempre do apoio financeiro externo. Moscovo desempenhou esse papel na fase da "guerra fria". Seguiu-se a Venezuela.

Na próxima década USA, Canadá e México vão criar um gigante energético a nível mundial e uma área comercial e económica ainda mais integrada. O poder de atracção e influência desta área geográfica será enorme. O Partido Comunista Cubano está a tentar criar um modelo económico que encoraje o investimento e a actividade privada para garantir o seu monopólio político tal como aconteceu na China. Havana aproxima-se de Washington para tentar imitar Pequim.

PS : Paz e Guerra - Expresso

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.