Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Costa tal como Sócrates a fazer de conta

Apesar dos avisos das instituições e de Bruxelas adiar para Junho/Julho a exigência de mais medidas, Costa continua a dizer que não há Plano B, tal como Sócrates dizia que não era preciso pedir ajuda externa.

O PIB está longe da previsão orçamental do governo. As exportações caiem. O desemprego aumenta. O investimento cai muito . A execução orçamental dá sinais de aumentos não dispiciendos na despesa pública devidos ao aumento de salários e pensões . Estão reunidas as condições para um aumento generalizado das taxas de juro que, não se esqueça, estão acima dos 3% depois de terem estado pouco acima dos 1% em 2015.

Qualquer pessoa que não fosse destituída do maior elementar bom senso e do mais básico conhecimento de economia sabia, à partida, que um plano B seria essencial. Talvez fosse difícil prever que, apenas um mês e meio após a entrada em vigor do novo Orçamento, a Comissão Europeia (CE) já estaria a pedir um plano B, mas é totalmente óbvio que uma qualquer versão deste plano teria de ser disponibilizada – e aplicada – dentro de meses.