Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Chavez também fomentou o ódio e foi (é) apoiado pela esquerda

A esquerda que agora tão ansiosa se sente com a eleição de Bolsonaro continua a apoiar o regime iniciado por Chavez . Os democratas não devem apoiar nem um nem outro.

Deixem-me começar com um exemplo que todos vocês conhecem bem: na Venezuela, Hugo Chávez era um político “outsider” que usava a raiva que crescia na sociedade contra uma elite corrupta para se afirmar como um “antibiótico”. Chávez foi eleito Presidente em 1998, democraticamente. E até morrer em 2013 não foi antibiótico contra a raiva, foi um político que fomentou o ódio para aumentar o seu poder.

Chávez fez da Venezuela a sua ditadura: usou as Forças Armadas, prendeu opositores, tomou controlo dos media, mudou a constituição, cortou as liberdades, empobreceu o país. A Venezuela, hoje, está como está: mostrado como uma democracia pode morrer não só pelas mãos dos generais, mas também pelas mãos dos líderes eleitos.

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.