Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Catarina, a oferecida, foi rejeitada

Não dá para casar, diz o noivo, e assim acabou antes de começar o romance e o sonho do Bloco de Esquerda de ir para o altar, desculpem, para o governo.

O PCP e o BE serviram para António Costa salvar a face após a derrota eleitoral mas, como não há almoços grátis, os dois partidos da extrema esquerda estão a fazer-se pagar caros.

O governo toma medidas de curto prazo, vai gerindo o dia a dia para não desagradar aos parceiros parlamentares . Distribuindo poucochinho, 50 milhões para aumentar os funcionários públicos não dá para aumentar ninguém. Vai distribuindo pelas clientelas eleitorais e depois tira aumentado ou criando impostos indirectos.

Jerónimo, sem se rir, diz que é preciso outra política ( a do PCP, claro) e Catarina sozinha não chega para convencer Costa. Os eleitores agora já sabem o que antes não sabiam. O PS, vai juntar-se ao PSD de Rui Rio para implementar as medidas sem as quais o país vai ficar para trás. Não se casam mas vão viver em união de facto.

O primeiro sinal foi dado quando Centeno foi para Bruxelas. Por mais habilidade que Costa tenha não é possível estar em Lisboa com PC e BE e em Bruxelas com a União Europeia e a Zona Euro.

Sempre foi claro desde o principio. Quatro anos perdidos. Estamos onde estávamos em 2011.  

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.