Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Brilharete nas contas públicas diz o PS

Um brilharete à custa dos portugueses. Então haveria de ser à custa de quem? Dos alemães ? Já foi o 3º resgate, depois a espiral recessiva, agora o "brilharete" é à custa na despesa. 2/3 na despesa e 1/3 na receita. Mas não era para ser assim? A nova narrativa do PS é que é possível equilibrar as contas públicas sem sacrifícios. Não está mal ainda agora a Grécia conseguiu isso .

Números da execução orçamental de 2014, revelados hoje pelo Ministério das Finanças. O ano passado foi fechado com um défice 655 milhões de euros abaixo da meta fixada.

A execução orçamental foi alcançada em "dois terços pela redução de despesa e em um terço através do aumento de receitas. O défice caiu 2.700 milhões, e 700 milhões recorrem de mais receita".

"Os portugueses pagaram mais impostos porque há mais emprego, mais contribuintes, mais actividade económica. O Governo fez a sua parte, conteve a despesa pública. São resultados bons para os portugueses".

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.