Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Austeridade não é o mesmo que ajustamento estrutural

Cuidado .Actualmente coloca-se em dúvida os efeitos da austeridade. Mas cuidado, austeridade não é o mesmo que ajustamento estrutural. Defender o fim da austeridade não pode significar, a volta irresponsável do investimento não produtivo, à custa da dívida e do orçamento desequilibrado que alguém um dia vai ter de pagar.
Vamos ao caso português. Em bom rigor Portugal até teve um ajustamento bem sucedido. A balança de pagamentos, embora forçada, está no bom caminho e o equilíbrio orçamental primário é atingido este ano (não considerando despesas com juros). Estas são as premissas que levam os credores a comprar dívida, ainda necessária para manter a nossa economia a funcionar. Como tudo na vida, chegou a factura quer no país quer na Europa que é o desemprego. Este flagelo vai mais além da austeridade que contrariamente ao que muitos querem fazer crer, mas que não querem ver, centra-se no excesso do emprego público que há na Europa.  Há que tirar a iniciativa privada e o emprego privado da gaveta

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.