Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Assunção Cristas na corrida à câmara de Lisboa pelo PSD+CDS

O PS domina a câmara de Lisboa há dezasseis anos tempo que sobra para que a alternância se justifique.

A ex-presidente do CDS tem notoriedade entre os lisboetas tendo alcançado um resultado excelente quando concorreu em 2016. A sua experiência governativa também lhe deu exposição pública.

Nos últimos meses, vários nomes foram falados na praça pública. Paulo Portas foi lançado pelo ex-ministro Miguel Poiares Maduro, mas já se colocou de fora da corrida. Carlos Moedas, ex-comissário europeu, também surgiu como uma hipótese, mas não estará disponível. Marques Mendes chegou a apontar o nome do ex-ministro de Passos Coelho por ser uma figura «competente, prestigiada e credível». Santana Lopes também já garantiu que está fora da corrida. Se voltar a ser candidato a uma câmara será em Sintra ou na Figueira da Foz.

O Chega fica de fora desta mais que provável coligação.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.