Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Assim é dificil investigar a EDP sr. Dr. Ivo Rosa

Os procuradores não podem ver, não podem ouvir, não podem ler e não podem apalpar nada.

Desde o ano passado, que os portugueses se habituaram a ver nas notícias que o juiz Ivo Rosa impediu os procuradores que investigam o caso EDP de fazer qualquer coisa:

Já os impediu de terem acesso a informação bancária e fiscal de António Mexia e Manso Neto; já os impediu aceder aos emails do presidente da EDP; já negou buscas judiciais domiciliárias e não domiciliárias ao ex-ministro Manuel Pinho; já declarou nulas a apreensão de emails da consultora Boston Consulting Group e de outros arguidos no caso; já os impediu de consultar os ficheiros da Operação Marquês e do caso BES; e até já decidiu anular a constituição de Manuel Pinho como arguido.

Aqui chegados, a pergunta que se impõe é: Como podem os procuradores investigar um caso de alegada corrupção, de complexidade elevada, se não podem ver, não podem ouvir, não podem cheirar e não podem apalpar nada?

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.