Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

As alucinações de Mário Nogueira

 Impedir que professores façam as suas provas de avaliação é um acto genuíno e sindical segundo Nogueira. Armar uma macacada numa escola onde decorre uma prova marcada pelo ministério é defender a escola pública. Marcar uma reunião geral sindical numa das noventa escolas indicadas para se fazer a prova de avaliação dos professores é defendê-los, quando há centenas de escolas onde não há nenhuma actividade no mesmo período. Claro que amanhã vem gritar que a PSP impediu os professores de se reunirem. Nem lhe passa pela cabeça que a PSP apenas assegura o direito que os professores têm de fazerem a prova de avaliação. Os que quiserem bem entendido.

Ao Nogueira nem sequer lhe passa pela cabeça que o ministério possa organizar algum evento sem a sua concordância e nem sequer se lembra que ,ele e os seus, fizeram greve aos exames dos seus próprios alunos. E nem sequer lhe passa pela cabeça o mal que faz à escola pública. É que a sociedade percebe bem que a escola pública é apenas um instrumento para que "os nogueiras sindicalistas" possam concretizar as suas alucinações. E nada tem a ver com o interesse dos alunos e das suas famílias.

Eu quero ter o direito de escolher uma escola para as minhas netas onde os alunos sejam o centro das atenções. Onde não se façam greves, cercos e manifestações. E as macacadas do alucinado fiquem à porta.