Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Apoiar as ditaduras comunistas não custa votos ?

Jerónimo de Sousa acha que a culpa é dos outros.  "“Vimos uma intervenção do PS a desenvolver uma ação a partir dos seus candidatos e alguns dirigentes partidários, particularmente concentrada em municípios de maioria da CDU, de ataque à gestão da CDU baseada em argumentos falsos e muitas vezes ofensivos”, garantiu.
Já em relação ao BE, segundo o secretário-geral comunista, houve a “opção de fazer da redução da influência da CDU o seu objetivo principal, não olhando a meios para, por via da falsificação e mesmo da calúnia, denegrir a CDU e o poder local”.

O que é certo é que o partido comunista obteve o pior resultado de sempre em eleições autárquicas passando de 34 para 24 presidências de municípios e perdendo mais de 63 mil eleitores, ficando-se pelos 489.189 votos. Almada (Setúbal) e Castro Verde (Beja) foram dois dos municípios que estavam sob a sua liderança desde 1976 e que passaram para a alçada socialista. 

Certo é que a Jerónimo de Sousa é permitido dizer que o resultado das autárquicas, o pior de sempre do PCP, não pode ter nenhuma leitura a nível nacional. Por seu lado, Pedro Passos Coelho, que sempre defendeu que não se podia fazer leituras a nível nacional das eleições de domingo, foi engolido pelas análises imediatistas a seguir ao ato eleitoral. É certo que o PSD levou um banho monumental em Lisboa e no Porto, tendo ainda perdido oito câmaras - menos duas que o PCP - mas, no cômputo geral, teve apenas menos 1177 votos do que em 2013.

No PSD demitiu-se Passos Coelho no PCP não muda nada a começar pelo discurso .

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.