Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Água, sim aos privados não à privatização

Deve ser assim em todos os sectores onde o estado tenha  uma posição central. Deve regular mas não deve ser o prestador  único e universal. O monopólio, seja privado ou público, é mau conselheiro.

O bom senso vai ganhando adeptos. Já passou o tempo das Águas de Portugal um monstro com dezenas de empresas e com enormes prejuízos. Quando uma parte importante dos serviços de águas dos municipios não pagava a água que consumia. Sem dizer "água vai". 

“a adoção de modelos de concessão em que os municípios mantenham a responsabilidade política e o papel de garantes do serviço público essencial e universal”.

A Associação de Municípios “empenha-se ativamente na reestruturação” do setor da água, “sem recusar a sua abertura aos privados, mas “apenas quando for essa a vontade expressa dos municípios envolvidos e sem que essa reestruturação coloque em causa a prestação de um serviço que deverá primar sempre como um serviço de interesse público essencial”, salientou o presidente da ANMP.