Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

A verdadeira questão

elevada dívida pública de países como a Itália e Portugal será gerível quando os juros começarem a subir ? O potencial de crescimento da economia desses países será suficiente ?

Seria um erro descartar já a Europa. O seu capital humano é sólido, os cuidados de saúde estão disponíveis para mais pessoas do que nos EUA e estão a surgir empresas mais fortes através do processo de integração dos mercados nacionais.

Na ausência de um apoio mútuo generoso, houve uma aura de desespero quando, em Março de 2015, o Banco Central Europeu anunciou um ambicioso programa de compra de dívida pública.

Pouco mais de dois anos depois, a situação parece muito mais positiva. As últimas previsões do Fundo Monetário Internacional antecipam um crescimento de 1,7% para a Zona Euro em 2017 e de 1,6% em 2018 - uma melhoria notável desde há alguns anos, quando a região lutava para crescer 1%.

Acima de tudo, a Zona Euro - ou talvez a UE - deve encontrar formas de garantir que todos crescem e beneficiam do crescimento. Se será bem-sucedida ou não, ainda não sabemos. O que é certo é que, num ambiente como o actual, onde o pior já passou, a tarefa tornou-se mais fácil.