Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

A Segurança Social trata mal os contribuintes

Nunca precisei dos serviços da Segurança Social até ao momento da reforma. Ao tempo  era legal estar no Desemprego 2 anos até perfazer 55 anos e a seguir entrar na reforma.

Desde chamarem-me aos serviços para me darem aulas sobre gestão de empresas ( que foi toda a vida a minha profissão) por umas meninas que nunca tinham saído do conforto da burocracia até ameaçarem-me com " tirar fotocópias" foi um fartar. Do alto de uma raiva inexplicável ( eu tinha terminado o meu contrato de Director Geral no Ministério da Saúde ). A minha culpa foi mesmo não ter arranjado um emprego bem remunerado no Estado ou nas empresas do estado.

Juntei os documentos necessários e exigidos e passados três meses fui saber como estava o processo. Perante a minha indignação a senhora funcionária pública disse-me que faltava o documento da tropa. Mostrei-lhe a lista ( passada pelos próprios) dos documentos que tinha entregue e onde constava o tal documento perdido que era o que mais tempo demorava a obter na instituição militar ( seis meses).

Tiveram o azar de um alto dirigente da instituição ser meu amigo de infância a quem transmiti o que se estava a passar. Claro que passados duas semanas recebi o documento que me dava como reformado.

A Segurança Social trata mal as pessoas que precisam de ajuda. Pelos vistos a Provedora de Justiça também é da mesma opinião.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.