Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

A Segurança Social não é sustentável

As gerações futuras correm o risco bem real de terem de pagar o que andamos agora a distribuir . Há transferências do Orçamento do Estado apesar dos altíssimos descontos que trabalhadores e empresas fazem para a Segurança Social. (30%).

Passos Coelho já perto da anteriores eleições disse que faltavam 600 milhões no orçamento da Segurança Social . Disse a verdade amarga apesar de saber que liderava as sondagens e que ganharia as eleições. Esta verdade foi um golpe profundo no eleitorado e contribuiu para os 700 mil votos que a PAF perdeu.

Ao contrário, Costa,( via Vieira da Silva) Jerónimo e Catarina não falam no assunto como se o problema não existisse. Mas existe e não desaparece muito menos com o débil crescimento da economia que, aliás, já está a arrefecer.

A Segurança Social necessita de uma reforma profunda que Rui Rio ontem no Congresso pôs em cima da mesa mas que até agora não mereceu nenhuma resposta dos partidos da esquerda. Como poderiam eles falar na reforma da Segurança Social se querem passar a ideia que estamos no melhor dos mundos ?

Quem vier atrás que resolva e o PS, BE e PCP cá estarão para atribuir as culpas a quem fala verdade.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.