Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

A maioria silenciosa pró-europeia manifestou-se nas eleições

Foi bem melhor o resultado nas eleições europeias do que a extrema direita e extrema esquerda desejavam. Em Portugal como ainda não apareceu uma força representativa da extrema direita uma boa parte dos eleitores não votaram. Mas na União Europeia foram mais de 50% os eleitores que votaram. E votaram maioritariamente nos partidos pró União Europeia.

Entretanto o Eurogrupo chegou a acordo num orçamento para a Zona Euro .

Denominado "Instrumento Orçamental para a Convergência e a Competitividade", o orçamento para a zona euro visa incentivar reformas para aumentar a competitividade nos 19 países que adotaram a moeda única.

Em dezembro de 2018, o presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, recebeu um mandato dos chefes de Estado e de Governo da zona euro para trabalhar numa proposta de uma capacidade orçamental própria para a competitividade e convergência na zona euro.

A União Europeia e a Zona Euro indiferentes às vozes que clamam pela desgraça caminham na direcção certa, trabalhando para "Pela primeira vez, começaremos a pensar o futuro como um bloco coerente e a coordenar as nossas políticas económicas".

Com um bloco de pedra nas mãos ou a deitamos fora ou ajudamos a construir uma catedral. Não há outra opção.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.