Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

A luta pela prestação pública de serviços de saúde é infrutífera

A concorrência no sector privado leva-o a estar sempre a inovar para oferecer um leque variado de escolhas.

Com a diferenciação vem a expansão do sector privado.

Se as despesas em cuidados continuados vão crescer sem parar nas próximas décadas, então com elas vai crescer ainda mais a diferenciação de serviços. O crescimento inexorável do sector privado não implica que o mercado da saúde não tenha problemas que exijam regulação musculada. Mas com o aumento da riqueza vem o desejo de diferenciação dos produtos que os mercados são exímios a fornecer em comparação com o sector público.

Quase 40% dos gastos com a saúde em Portugal são feitos no sector privado. As indústrias dos hospitais ou dos seguros de saúde estão em crescimento sem sinal de desacelerar.

A luta continuada pela existência de uma prestação pública de serviços de saúde não será nem certa nem errada, mas antes infrutífera.

PS : Expresso - Ricardo Reis

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.