Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

A fugir dos governos de Sócrates

Começou a debandada. António Costa nunca foi tão longe na tentativa de se afastar das políticas dos governos de Sócrates assentes em grandes obras públicas . Agora culpa a Coligação PSD/CDS de encostar o programa do PS a 2011. Grandes obras públicas, gastar impostos, subsídios e empréstimos para acabar na bancarrota.

É tarde . O PS nunca teve a coragem politica de se demarcar, pelo contrário, logo após a vitória de Costa sobre Seguro, o que vimos foi Ferro Rodrigues gritar que o PS voltaria aos mesmos princípios de sempre. E na Assembleia da República, as primeiras filas da bancada estavam cheias de figuras próximas de Sócrates.

Esta não é a primeira vez que o líder socialista tenta a demarcação de uma governação assente em grandes obras, mas esta foi a vez que mais ao detalhe foi no distanciamento de uma linha de governação que diz rejeitar e que tem estado na linha de fogo da coligação. “Faz toda a diferença ter não o Estado a puxar pela economia, mas o Estado puxar pelo saneamento das finanças públicas”.

É tarde . O que este governo tem feito é mesmo tirar o estado da economia e sanear as finanças públicas, contra a oposição feroz do PS, do PCP e do BE.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.