Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

A alternativa ao Serviço Nacional de Saúde é um Sistema Nacional de Saúde

mensagem do primeiro ministro prometendo injectar mais dinheiro no SNS não corresponde à solução. Para além de o país não ter dinheiro para ter um SNS universal e gratuito em que o Estado faz tudo, há todo um conjunto de estruturas, equipamento e recursos humanos que são menosprezados e que não estão em pleno ao serviço dos doentes.

A solução é a criação de um Sistema Nacional de Saúde com três pilares - estatal, social e privado- articulados entre si, com optimização das estruturas, equipamentos e recursos humanos e colocados ao serviço dos doentes. É irracional a existência de listas de espera, onde há doentes que esperam meses e anos enquanto há oferta hospitalar no país disponível. É irracional, estúpido e um desrespeito pelos doentes. Intolerável.

Este problema é bem o exemplo de que há reformas que só encontrarão solução se o modelo político em que o país vive há décadas, mudar. O PCP e o BE exigem que o SNS não tenha nenhuma relação com os sectores social e privado. Não basta deitar dinheiro sobre o sector como enfatizam, é preciso que o Estado tome conta de tudo e controle tudo e todos.

O PS tolhido pela dependência parlamentar à esquerda não é capaz de encontrar solução e não passa das promessas de mais dinheiro que não tem. A mensagem de António Costa não precisa de tempo para se provar que é mais uma promessa não cumprida. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.