Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

A Argentina criou a tempestade perfeita

Tempestade perfeita : recessão acompanhada por alta inflação. Sem acesso ao mercado internacional de crédito e ainda com dívidas da bancarrota de 2001, a Argentina depende das exportações e dos investimentos directos que deixaram de aparecer.

Sem divisas, com profundas desvalorizações do "peso", a moeda Argentina, com inflação de 6% ao mês ( tanto como os seus vizinhos ao ano) congelamento e desvalorização dos depósitos bancários o país, ensaia um modelo demasiado "neoliberal" para sair da crise.

É de tal ordem que os países vizinhos, entre os quais o Brasil, receiam o contágio. A Argentina paga com língua de palmo as bravatas dos que prometem a "terra do mel" a quem não pagar a dívida soberana.

A Alemanha já decidiu aumentar os salários em 4%

Tal como Krugman preconizou. É uma medida que aumenta a competitividade de Portugal e contribui para aumentar as exportações : O vencedor do prémio Nobel da Economia acrescenta que um aumento dos salários alemães ajudaria a resolver o problema da competitividade dos salários portugueses. Neste momento, salienta o economista, os salários portugueses estão demasiado altos relativamente aos alemães.

“Suponham que eu pudesse agitar uma varinha mágica e de repente aumentar os salários alemães em 20%. O que é que acham que iria acontece ao valor do euro contra o dólar e outras moedas? Cairia muito, não? E as exportações portuguesas tornar-se-iam mais competitivas em todo o lado, incluindo destinos não alemães e extra-europeus”, diz Krugman.

“Eu achava que isto era óbvio. Pelos vistos, não” conclui.