Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

O conceito de desemprego é harmonizado a nível internacional

A Comissão de Trabalhadores do INE reage às manipulações políticas do conceito de desemprego.

Ainda na nota de imprensa, os trabalhadores do INE lembram que o instituto é uma entidade independente e "prementemente escrutinada", tanto a nível nacional como internacional, e recordam que as estatísticas mensais do desemprego são provisórias "produzidas segundo um modelo rigorosamente definido, assente em metodologias consistentes e validadas a nível internacional".

Quanto ao conceito de desemprego, que várias vezes provoca debate público, dizem que a "utilização de um conceito alternativo inviabilizaria a comparabilidade das estatísticas do mercado de trabalho com os restantes Estados Membros", tendo em conta que este é um conceito harmonizado a nível internacional.

As estatísticas do desemprego produzidas pelo INE, assentam em métodos rigorosamente definidos que não estão ao dispor de políticos em campanha eleitoral. Vamos ver quem é que usa em seu proveito a publicação da CT do INE.

 

Economia duplicou no arranque de 2015 face ao último trimestre de 2014

Daqui a pouco o INE confirmará. A actividade económica terá crescido 1,4% face ao mesmo período do ano anterior, acelerando face à taxa de crescimento homólogo registada nos últimos três meses de 2014. 

Boas notícias. Entretanto, segundo os taxistas que me têm transportado em Lisboa confirma-se que há muitos turistas que estão zangados com a TAP. Uma parcela significativa não veio ( os taxistas dizem que caiu brutalmente o transporte de turistas de e para o aeroporto) . A verdade é que o país não pode assentar a recuperação da economia na actividade privada de bens transaccionáveis e no turismo e , ao mesmo tempo, manter em mãos públicas importantes instrumentos económicos.

Esperemos que o estado se mantenha nas funções de soberania e segurança bem como assegure o estado social e deixe para a sociedade civil a actividade económica. Com greves semanais nas empresas públicas é que não vamos lá.

Todos contra a oposição só falta o Tribunal Constitucional

Tal como o BdP agora é o INE que apresenta um comportamento "incompreensível".  Apesar das exportações nacionais terem crescido apenas 4,2% em Outubro face ao mesmo mês do ano passado, em termos de valor o mês foi o segundo melhor de sempre, com 4,212 mil milhões de euros, montante só ultrapassado em Maio, quando se chegou aos 4,246 mil milhões.

Os números divulgados ontem pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) mostram também que as importações registaram um abrandamento acentuado face a Setembro, tendo crescido 9,9% quando comparados com os 14,4% em termos homólogos.

Em simultâneo, houve uma redução do défice da balança comercial de 331,8 milhões de euros e um aumento da taxa de cobertura de 2,6 pontos percentuais, para 79,7%.

Estão todos contra o PS. Vamos lá ver se o Tribunal Constitucional se junta à campanha em curso...

A informação é uma faca de dois gumes

O relatório do INE está aí para confirmar o que Gaspar já tinha dito. Recuo da economia em 4% e déficite das contas públicas de 10,6%. Como o governo se apressou a informar o "perfil" da despesa e da receita não é o mesmo mês a mês, trimestre a trimestre. No caso, os 700 milhões que o estado meteu no Banif não se repetem, mas têm uma grande influência no déficite.

Estas informações com uma grande componente técnica deviam ser acompanhadas por uma explicação. As pessoas e os partidos tiram conclusões erradas, uns por desconhecimento outros, os partidos , por "gincana" política".

O déficite, na óptica das contas nacionais, está em linha com o negociado com a Troika, não há razões para pintar com cores escuras o que já por si é um filme de terror.