Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Tadinha, a Catarina entre maus e mauzões

Tadinha, entre maus e mauzões, a Catarina tem que apoiar o assalto para poder fiscalizar melhor.

tc2.jpg

 Enquanto o contribuinte geme esmagado por impostos, taxas e taxinhas, os partidos tratam da vidinha . O PCP a pensar nas receitas da "Festa do Avante" e no IVA dos comes e bebes, o PS há meses que fez saber que está falido e o PSD deve estar infiltrado por agentes geringonços . Só CDS e PAN é que não estão preocupados com a fiscalização . Não é Catarina ?

Catarina Martins é uma marxista básica que associa a uma moral de sacristia

Francisco Assis : "Imbuída de uma cultura marxista básica, que associa despudoramente com uma moral de sacristia, Catarina Martins procura instalar a ideia de que a esquerda se divide entre o mundo angelical em que ela própria se passeia e o universo potencialmente demoníaco em que rastejam os malfadados herdeiros da tradição socialista e social-democrata, sempre prontos a soçobrar ao apelo dos mais tenebrosos e ocultos interesses particulares. Essa dicotomia rasteira caracterizou ao longo do século XX grande parte da relação entre a esquerda totalitária e a esquerda de inspiração liberal e democrática. Tudo tem que ter um limite. O Bloco de Esquerda violou regras fundamentais da própria convivência democrática. Infelizmente não é coisa que me cause a mais leve surpresa. Se bem que hoje não exerça nenhuma função na direção do Partido Socialista, aqui deixo o registo da minha indignação, que estou certo será partilhada por um grande número de portugueses, o qual extravasa em muito o universo restrito dos militantes do PS.

As declarações de Catarina Martins contra o PS têm consequências graves a prazo

A direcção do PS tem que reagir às declarações de Catarina Martins, segundo Francisco Assis . Trata-se de um ataque descabelado ao carácter do partido socialista que não  pode ficar sem resposta.

"Considero este ataque violentíssimo, que merece uma resposta pronta, clara e incisiva por parte da direcção do PS, por uma questão de respeito e de amor-próprio", afirmou o político.

"Nós não podemos estar reféns de qualquer parceria política ao ponto de aceitar sermos enxovalhados na praça pública sem esboçarmos a mais ligeira reacção. Um partido que age assim não se está a dar ao respeito a si próprio. Isso tem consequências graves a prazo, portanto acho que neste momento é importante que alguém o faça", afirmou.

É, claro, que o BE não faz este ataque ao carácter do PS ingenuamente, bem pelo contrário, tenta a curto prazo subir o nível da contestação demarcando-se do PS e, ao mesmo tempo, inviabilizar a longo prazo qualquer tentativa de repetir a solução comum.

E a verdade é que as sondagens mostram o BE a crescer e o PCP a descer.

 

A Catarina Martins é ignorante e é atrevida

INE publica o indicador da actividade económica que estabiliza em Setembro o que vem acontecendo desde Junho. Já Catarina Martins prossegue com a sua deriva extremista e longe da verdade atribuindo o crescimento da economia à reposição dos rendimentos.

Ora, todos sabemos que o que está a puxar pela economia são as exportações e não o consumo interno. Mas para o BE a economia é como no futebol, o que é verdade hoje é falso amanhã e vice versa.

A recuperação da economia iniciou-se em 2015 com o governo de Passos Coelho e prosseguiu em 2016/7 com o actual governo como resposta às medidas da troika e ao despertar das economias europeias que são o destino das nossas exportações.

O actual governo começou por assentar a sua estratégia na procura interna tendo mudado quando percebeu o óbvio. O país é pequeno e as devoluções de rendimentos são diminutas o que conjugado não tem impacto na economia. Talvez o impacto visível sejam os 200 000 carros importados até Setembro e o aumento do crédito bancário às famílias para comprar casa. Onde é que já vimos isto ?

Mas a Catarina Martins nem sequer percebe (ou faz de conta) que o ritmo de crescimento já está a abrandar para 2018 e abrandará ainda mais em 2019. Números do governo.

Entretanto, o orçamento estoura pelas costuras sob a pressão dos grupos de interesses que suportam o BE e o PCP e o primeiro ministro anda aos zigue-zagues.

Os empresários não gostam e fazem-se ouvir . A sociedade civil continua a gemer sob o enorme aumento de impostos e Catarina tenta agora cavalgar a onda que se forma no horizonte. Quem paga tudo isto,  a reposição dos salários e os direitos, dá-se conta que é trunfo fora do baralho e não gosta. 

Mas Catarina até passa a mão pelo pêlo dos empresários. Estão a ver como o que fazemos até é bom para as empresas ?

É como o tipo que quer passar a velhinha para o outro lado da estrada embora a velhinha não queira.

""O indicador de actividade económica voltou a estabilizar em Setembro, pelo quarto mês consecutivo, interrompendo a trajectória ascendente iniciada em Agosto de 2016", adianta o INE na Síntese Económica de Conjuntura publicada esta segunda-feira."

A Catarina faz bem em estar preocupada

"A greve na Auto-Europa não é nenhum conflito laboral, muito menos um acto heróico de defesa dos direitos dos trabalhadores. É tão-só o PCP a mostrar a António Costa (e ao BE) o seu (do PCP) imenso poder. A fábrica e os seus trabalhadores são meros peões na estratégia política do PCP e moeda de troca no seio da geringonça. E deve ser levado a sério. Em tempos, que muitos ainda recordarão, o PCP não hesitou em destruir o rico tecido industrial da península de Setúbal, provocando desemprego e miséria em massa, para mostrar quem manda naquela região."
Paulo Milheiro da Costa

Algures a banhos mas ao lado das vítimas

Procuram-se :

Aviso urgente às polícias do mundo

19 Junho, 2017

Desapareceram de Portugal, desligando os respectivos telemóveis, as seguintes pessoas:

Jerónimo de Sousa, há muito, muito tempo foi metalúrgico. Levou as últimas décadas a anunciar catástrofes na vida do povo. Agora que aconteceu uma, ele desapareceu. Teme-se que algum grupo o tenha sequestrado e embarcado para a Venezuela, onde poderá experimentar as maravilhas do socialismo.

Catarina Martins, outrora palhaça agora membro informal do Governo. Costuma falar nas tvs de manhã, à tarde e à noite. Agora foge dos microfones. Dizem algumas fontes que está a preparar um número de funambulismo para recentrar o país nos assuntos que importam.

Manas Mortágua, chegaram as duas e desapareceram as duas. Teme-se que no prolongamento de uma mania familiar andem a banhos, em zonas frescas e bem fornecidas de bancos.

Heloísa dos Verdes, se encontrarem uma mulher que de dois em dois minutos diz num tom irreproduzível “Ó senhor primeiro-ministro!!!!!!! é ela. Não lhe digam nada. Deve estar em transe. Chamem o 112.

 

Em troca do Novo Banco o que dará Costa ao PCP e BE ?

O Bloco de Esquerda e o PCP foram marginalizados pelo Governo no negócio do Novo Banco. Ambos (Catarina e Jerónimo) defendiam a nacionalização do banco, uma opção rejeitada liminarmente por António Costa, o qual se escudou nos custos que esta operação teria. Para Catarina Martins e Jerónimo de Sousa esta é uma derrota política e os dois vão ter de engolir mais este sapo se quiserem continuar a apoiar esta solução governativa. Pelo andar da geringonça, o primeiro-ministro irá recompensá-los lá mais à frente. (Jornal de Negócios )

A CGTP já veio dizer pela boca do Secretário Geral que é preciso implementar as promessas senão voltam à rua. Precariedade e Leis laborais algo que os patrões nem querem ouvir falar . E Bruxelas ainda menos . 

O PCP e o BE têm cada vez mais redobradas dificuldades . Engolem sapo atrás de sapo mas não podem dar o pretexto de eleições antecipadas onde perderiam com maioria absoluta do PS . Nesta altura do jogo é esta a situação .

Com o resultado das autárquicas este nó tem que ser desatado . Ainda vamos ouvir Jerónimo dizer que a Zona Euro é o menor dos males e Catarina que não se pode abrir caminho à direita.

Afinal somos todos europeístas .

Le Pen (extrema direita) PC e BE (extrema esquerda) têm o mesmo objectivo

Como se explica que os radicais de esquerda e de direita tenham como objectivo acabar com a Zona Euro e com a União Europeia ? Então agora a extrema direita também quer o bem dos povos ? Ou o que é bom na extrema esquerda é péssimo na extrema direita ?

Ver Catarina e Jerónimo defender o mesmo de Le Pen é bizarro e assustador . O interesse dos povos é secundário o que se procura é o conceito de vida . Ideologias mais ou menos musculadas onde a democracia tem um papel secundário .

Os adversários da UE chamam-lhe nomes. Centralizadora, burocrática, obsoleta. Le Pen fala de um sistema que oprime e brutaliza! É extraordinária, mas ao mesmo tempo reveladora, a linguagem usada pelos inimigos da liberdade, da tolerância, da união e da paz. E é normal que a critiquem, pois são seus inimigos, como em tempos o foram o fascismo nazi, o comunismo soviético e todos os autoritarismos do planeta.

Como é normal que os democratas a defendam e salientem o que ela trouxe de positivo aos povos europeus: 70 anos de paz, prosperidade e relevância global. Liberdade de viver, estudar, viajar no pequeno-grande continente europeu. Liderança ambiental, na inovação, defesa dos consumidores, igualdade de género, direitos humanos.

luta.jpg

 

 

A senhora Le Pen é parecida ou não com a senhora Catarina Martins ?

A senhora Le Pen é contra a globalização. Olha a novidade também o PCP e o BE. Mais : é contra o euro ! E eu de novo : também uma série de gente que está no PS por julgar que o BE nunca chegaria ao governo. Que é contra a Nato ! E eu outra vez a pensar : olha contra a Nato, isso sempre foi o PC e o BE. E o discurso da senhora continuava contra tudo e contra todos - como os ricos, os capitalistas, a finança e isso que os nossos partidos que suportam galhardamente o PS para formarem o mais fofinho dos governos .

E mais : a senhora defende quem , digam lá ? Ora nem mais os trabalhadores !

Eu, como muito bem diz um comentador aqui do Banda Larga, a primeira vez que votei foi no MDP/CDE e agora voto nos partidos pró europeus o que demonstra que há muito tempo que percebi a marosca. Transformei, há muito, o meu voto em "voto útil" . Voto conforme o que me parece ser o interesse nacional a cada momento.

Se Trump ganhou os votos dos trabalhadores - e é contra a Nato, a União Europeia e o Euro- então só podemos concluir que isto da esquerda e da direita anda baralhado .

Pelo sim pelo não continuo a votar segundo as minhas regras . Não tenho jeito para me juntar a  gelatinas colectivas .

PS : com SMS aprovativo do Comendador Marques de Correia

Uma vergonha, Catarina Martins

Camilo Lourenço

O artigo de hoje: A dra. Catarina Martins anda numa fona a visitar escolas e outras instituições afetadas pelos cortes na despesa pública (perdão, cativações). E a pedir ao governo para explicar os planos que tem para evitar vergonhas como a do encerramento da Escola Alexandre Herculano, no Porto.
A sério? Então a dra. Catarina e o seu Bloco de Esquerda acordaram agora? Quando os analistas e a comunicação social andavam a denunciar as referidas cativações, não percebeu que havia escolas a cair, médicos a dar consultas protegidos por guarda-chuva e crianças a tiritarem de frio nas escolas? Chega de hipocrisia, meninos do Bloco de Esquerda. Que vergonha!