Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Os centros das cidades cairão de pôdre

A reabilitação urbana é urgente por todas as razões. Desde logo porque os centros das grandes cidades - Lisboa. Porto, Coimbra,Évora - estão literalmente a cair. Depois porque na Europa a reabilitação urbana há muito que contribui para o emprego e para o PIB.

Dá muito emprego - a construção civil perdeu 300 000 empregos - e tem um efeito de arrastamento na economia a montante. Pode chamar pessoas para os agora desertos centros das cidades e acabar com o trânsito diário de entrada e saída .

"Somos um país onde a reabilitação urbana representa cerca de 6,5 por cento quando esta é de 30 por cento na Europa", afirmou Reis Campos, defendendo que "a reabilitação deve ser um desígnio nacional, uma prioridade".

Mas, apontou que o Governo "não tem esta sensibilidade", o que, em sua opinião, tem reflexos na legislação, que atualmente está "desajustada" para com as necessidades do setor.

"No próximo Quadro Referência Estratégica Nacional (2014 - 2020) a Comissão Europeia definiu a reabilitação urbana como grande projeto para a Europa. Portugal continua a ignorar esta resolução e ainda não a refletiu na legislação portuguesa".

Bem se sabe que é necessário legislar, enfrentar interesses mas o pior de tudo é esperar que o construído caia. Como está a acontecer cada vez com mais frequência.