Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

O mercado de trabalho também é global

Estive à conversa com um homem de meia idade que há dois anos trabalha no Brasil. Aproveita o muito trabalho que a Copa de Futebol e os Jogos Olímpicos exigem em infraestruturas. A falta de profissionais é tanta que é frequente as obras pararem por não estarem disponíveis . Pedreiros e ajudantes, carpinteiros, serralheiros , mecânicos ...

Há vinte anos atrás a migração foi em sentido inverso. Portugal recebeu milhares de Brasileiros que foram atraídos pelas obras públicas. Mas, claro, a obra pública é trabalho precário. Acaba-se a obra acaba o trabalho a tentação é continuar a fazer mais até que alguém, dono do dinheiro, diga basta.

Dizia-me ele que na embaixada do Brasil, esta tarde, havia um monte de jovens à procura de obter visto.

Daqui a dois meses (passado o Natal) volta para S. Paulo onde vive com a mulher brasileira. À pergunta, e voltará de vez? Olhou-me duvidoso!