Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

A caixa de esmolas do tio Almerindo

Nas estradas de Portugal tudo corria às mil maravilhas, até que alguém foi dizer ao ceguinho que não havia esmolas. A caixa das esmolas estava vazia. Pode lá ser? Então as indemnizações compensatórias? O governo não tem nem um tusto não há indemnizações para ninguém. Então vá-se ao banco, gritou já impaciente. No banco só com swaps. Com quê?

E toda a gente lhe disse que não. Era caro, potencialmente um desastre, ninguém se cruzava. Então, como é que pagamos os salários e os fornecedores? Não pagamos! Pode lá ser, isto é um escândalo, é a ruína, os mercados arrasam-nos, cai o governo...

E o tio meteu o pedido novamente no banco, e o banco tornou a exigir a operação nas mesmas condições anteriores, e a técnica tornou a dizer que a operação era muito cara e muito perigosa mas que o empréstimo era de vida ou de morte.

E o tio Almerindo, para alívio de muitos, tornou a ter a caixa das esmolas cheia...