Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

E se lhe cobrarem um copo de água?

Uma parte da explicação pode ser encontrada aqui . O preço estabelece o menu tudo o mais consumido é pago. Se o copo de água não está incluído é pago. Nesta questão há duas visões diferentes. O copo de água como um bem que não se recusa a ninguém e um copo de água que faz parte dos custos de uma conta de exploração.

E há uma terceira visão que é a de o copo de água gratuito se converter a maioria das vezes num desperdício. Não me custa nada, posso deitá-lo fora. Ora desperdiçar água face à sua importância para a vida é um crime ou perto disso. E, assim,  o copo de água gratuito deixa de ter a visão romântica de que "não se recusa a ninguém". Claro que há circunstâncias em que um copo de água não se recusa a ninguém mas na sociedade de abastança e desperdício em que vivemos, um copo de água gratuito corresponde quase sempre a um desperdício que não podemos tolerar. A eterna oposição entre desperdício e lucro.

Só o custo torna o copo de água romântico ao impedir o seu desperdício.

 

 


 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.