Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

A matilha

Franquelim Alves foi atacado por tudo e todos. Esteve ligado à SLN dona do BPN. Jornalistas, comentadores e oposição exigiram a sua demissão. Por estes dias é um herói. Afinal foi ele que enquanto Director Geral impediu que o governo de Sócrates concretizasse as swaps tóxicas propostas pelo CitiGroup. Os mesmos que em matilha se atiraram às suas canelas são agora os que lhe tecem louvores...

"Franquelim Alves foi o Secretário de Estado maldito. Não havia político ou comentador que não o apontasse como um erro crasso de Pedro Passos Coelho. Um homem ligado à SLN. Culpado porque sabia de tudo na SLN e BPN. Não faltou a tradicional comissão de inquérito pedida pela esquerda, qual circo mediático, a pedir explicações "até às últimas consequências" sobre a escolha de Franquelim Alves para secretário de Estado do Empreendedorismo. É "uma vergonha" ter Franquelim Alves no governo porque foi administrador da SLN". Dizia-se a cada voz sobre o tema, por políticos e comentadores sempre alinhados em concordância. 
Hoje, já Franquelim Alves está fora do Governo, é um herói nacional em seriedade (a seriedade que foi posta em causa pelos mesmos, quando integrou a equipe de Álvaro Santos Pereira no Ministério da Economia). Afinal quem salvou Portugal dos swaps foi Franquelim Alves, então presidente do IGCP. Pois Franquelim Alves “chumbou” swaps para reduzir dívida e défice. Foi ele quem desaconselhou o governo de José Sócrates a contratar swaps que permitissem reduzir no curto prazo a dívida e o défice."

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.