Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

O acordo final

A UE em crise e sem soluções à vista aposta nos grandes acordos comerciais. Com o Canadá, Singapura , Japão , China ( investimentos) e agora com os Estados Unidos. O objectivo é claro: 90% do crescimento europeu nos próximos dez anos virá do exterior da Europa. E a sua importância geopolítica é, também, clara. Os EUA vêem a sua influencia declinar, com o seu PIB a cair de 50% para 18,9% em termos mundiais desde 1945. Precisam mais do que nunca da Europa. E este acordo vai servir como padrão dos acordos regionais futuros que terá que obter.

Os benefícios serão desiguais com os USA a crescerem 13,4% (PIB per capita) e com mais 1,1 milhão de empregos enquanto na europa crescerá apenas 5% PIB per capita. Mesmo  entre os países os benefícios serão desiguais com o Reino Unido a levar a parte de leão (10%) a Alemanha 4,7%, a França 2,6%.

Tudo o que está em jogo é em grande. Podemos criar uma aliança económica tão forte como a nossa aliança diplomática e de segurança (NATO). No conjunto 814 milhões de habitantes, que detêm 40% do poder de compra mundial.

Que futuro para Portugal fora do Euro e, por conseguinte, fora deste acordo?

PS :  Expresso