Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Morrer à fome sem salário mínimo

Dizer que o salário é mínimo e a sua contribuição para a resolução do problema não passar daí é muito pouco. Todos sabem que o salário mínimo é pouco. O dificil é conseguir que seja maior. E a Raquel Varela não faz nada por isso. Nem ela nem quem nada faz pela economia.

Criticar quem cria postos de trabalho, por pagar mal, só tem um problema. É que não fazem nem dizem como se faz melhor. A não ser que seja como até aqui. Levar o país para a bancarrota a viver de subsídios do estado.

Quando se fala em empreendorismo cá no burgo, parece que se comete um pecado ao nível de quem anda a viver de subsídios décadas a fio. Criar uma empresa é explorar os trabalhadores. Se há desemprego é porque não se criaram empresas. É este o contributo?

Entretanto, os países que saíram ou ainda permanecem em sistemas colectivistas morrem à fome. Sem salário mínimo!

2 comentários

Comentar post