Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Zangam-se as comadres...

Zangam-se as comadres sabem-se as verdades! Juiz do Tribunal de Contas acusa magistrado do Ministério Público. A PGR manda abrir inquérito.

Isto está a mudar. Já há gente sem medo de escrever o que pensa sobre os governantes. Bem longe do tempo em que se tesouravam processos e se inutilizavam escutas.

No seu despacho, o juiz conselheiro João Aveiro Pereira afirma que o Ministério Público se coibiu “de acusar os governantes regionais indiciados pelas infracções financeiras que lhe são imputadas, não porque não haja factos e provas em abundância, que tornam os indícios fortes, indeléveis e não escamoteáveis, mas porque optou por uma linha de raciocínio divergente da realidade plasmada na auditoria e no respectivo relatório, eivado de conjecturas e ficções desarmónicas com o dever de objectividade e de legalidade por que se deve pautar a conduta processual do agente do MP.