Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

A Constituição não impede a abertura de funções sociais ao privado

Jorge Miranda, o "pai da Constituição" diz o que é evidente : Não me repugna que haja participação ou colaboração, por exemplo, no caso da Educação. Só teríamos a ganhar se houvesse mais associação entre o ensino público e privado/particular, haveria vantagem para uns e outros. E subsídios a escolas privadas, no género do que acontece em França, Bélgica, Holanda. Temos a ganhar com mais abertura, sem que o Estado deixe de ter o seu papel, as suas escolas, o papel de regulador e disciplinador, evitando, também aí, a comercialização no ensino. Tudo isto já acontece na Saúde.