Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

A Troika vai ceder um pouquinho

Os representantes dos sindicatos e associações patronais que se reuniram com a Troika saíram convencidos que vamos ter ajustamentos ao "ajustamento". Ajustar as medidas aos resultados. Claro que para a CGTP não há mudança nenhuma, mas também não era difícil de adivinhar. E para a CCP não havendo aumento da procura interna também pouca muda.

"“A troika disse que está preocupada com a situação económica e social e que o défice tenha ultrapassado as previsões e saiu sensibilizada com a linha de orientação comum aos parceiros sociais, de que não é possível continuar a assistir a políticas de ultra austeridade”.

Os parceiros sociais saíram entre o satisfeito e o cauteloso do encontro com os representantes do Fundo Monetário Internacional, do Banco Central Europeu e da Comissão Europeia. A Confederação Empresarial de Portugal (CIP) e a UGT concluíram que poderá haver margem para pequenos ajustamentos. Enquanto a Confederação do Comércio e Serviço (CCP) e a CGTP concluíram que o essencial do memorando é para manter.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.