Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

A proposta do PC e do BE é uma enorme mentira

A verdade a que temos direito. Na verdade quem quer sair da UE quer continuar a aceder ao mercado europeu de 400 milhões de consumidores. Mas para aceder ao mercado único os países têm que cumprir as regras de Bruxelas.

Se a Suiça quiser vender um medicamento na UE tem que o produzir segundo as regras de Bruxelas. Portugal que tem na Espanha, na França e na Alemanha os seus maiores compradores só pode continuar a vender nesses mercados se cumprir as regras europeias. É possível Portugal ter uma economia sustentável sem aceder aos mercados com quem tem as maiores e melhores trocas comerciais, tecnológicas e de conhecimento ? Não é, como bem se entende. 

Com Portugal fora da UE a perda de soberania para Bruxelas seria maior do que a perdida por estar dentro .Porque ou perdíamos os maiores e melhores mercados ( que até nos asseguram o destino da emigração) por falta de cumprimento das regras do mercado único ou   Bruxelas seria ainda mais exigente.

Criou-se a ilusão de que depois da saída da União, a Grã-Bretanha recuperaria a soberania ao estabelecer regras próprias e ao mesmo tempo tendo a possibilidade de gozar do acesso total ao mercado único. O processo do Brexit está a desconstruir essa ilusão. Espera-se que PCP e BE aprendam com quem discute os assuntos abertamente e não se fecha em ideologias bafientas.

Ou então digam claramente e sem mentiras o que pretendem. Um país comunista de costas voltadas para as democracias da Europa ?

Maior ilusão é difícil de imaginar.

 

Banco de Portugal também não acredita

Banco de Portugal reduz o crescimento da economia para 1,3%, não acredita no défice proposto pelo governo e espera mais medidas adicionais. 

O cumprimento do objectivo de 2,2% apresenta riscos. Para além da incerteza associada ao cenário macro, ainda se aguarda maior especificação sobre algumas medidas de consolidação orçamental apresentadas", diz o banco no Boletim Económico divulgado esta quarta-feira. O banco central reviu hoje em baixa em duas décimas para 1,3% a previsão de crescimento do PIB para este ano, o que coloca Portugal a crescer menos do que em 2015, afastando-se ainda mais do Governo, que aponta para uma subida do PIB de 1,8%. 

Entretanto, o PCP exige as 35 horas o BE as barrigas de aluguer e o PS ri .

A municipalização das escolas do estado vai perder-se ?

O que tem que ser pode muito e o avanço dos processos é inexorável. A autonomia da escola dita pública caminha pese embora os interesses instalados de sindicatos e burocratas do Ministério da Educação.

“A perspetiva que temos é que este processo que está a decorrer”, implicando, designadamente, a avaliação de “experiências piloto desenvolvidas anteriormente”, entre “efetivamente em vigor no ano de 2018, isto é, a seguir às eleições autárquicas” de 2017, disse Manuel Machado, que falava aos jornalistas, em Coimbra, depois de ter participado numa reunião do Conselho Diretivo da Associação.

“Sem prejuízo da autonomia das escolas, que é fundamental”, o Ministério da Educação continuará a assegurar a gestão e a colocação de professores, a harmonização da rede escolar e a definição de currículos”, sublinhou Manuel Machado.

Tudo isto irá perder-se no monopólio ideológico e centralizador do ministério e dos sindicatos ? O alucinado Nogueira, antes de ter competências para avaliar o ministro, já dizia que esta medida era a antecâmara da privatização das escolas.