Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

A ministra da Justiça prepara-se para reverter uma boa reforma

O novo Mapa Judiciário teve agora o primeiro exame mostrando bons resultados mas, a actual ministra, cedendo aos lobbies vai estragar uma boa reforma com um novo Mapa Judiciário .

O Conselho Superior da Magistratura fez um primeiro balanço da reforma do mapa judicial implementado pelo Governo anterior. E, revela a TSF, a avaliação é muito positiva, com redução das pendências e da duração das ações. A Senhora Ministra da Justiça já o havia prometido e prepara-se para o anunciar: vai reverter o mapa judiciário, reabrindo tribunais em localidades onde eles foram encerrados. O país encontrará de certeza dinheiro para estragar uma reforma que, dizem os entendidos, até estava a correr bem.

Fica mais uma vez provado que para os interesses instalados no Estado os resultados contam pouco.



A maior mentira orçamental de sempre custa 1 400 milhões

O crescimento da economia para 2016 nas mãos de Centeno começou por ser 2,6% que recuou para 2,1% e agora está nos 1,8%. Mesmo este último valor é a previsão mais alta conhecida. Interna e externamente aponta-se para um intervalo entre 1,3% e 1,6%.

Mas para 2017 é ainda pior . É estimado um crescimento para 2017 de 1,8%, o mesmo previsto para este ano. Este valor é muito abaixo dos 3,1% que Centeno previa no plano macroeconómico há um ano e dos 2,6% previstos no programa de governo viabilizado por toda a esquerda no Parlamento.

Ora como os 1,8% para este ano é uma visão quer dizer que em 2017 vamos andar no mesmo intervalo (1,3% - 1,6% ) . E temos um buraco de 1 400 milhões a somar aos 600 milhões que faltam na Segurança Social e aos mil milhões que Bruxelas exige cortar este ano.

Como não se pode esperar que PCP e BE aceitem cortes nas despesa e não há como aumentar impostos,( a não ser o IVA voltar para os 25%) então o défice vai subir acima dos 3% e a dívida não desce, cresce.

cm20-04-2016.jpg

 

Sócrates também anda aos papéis

DCIAP já conseguiu estabelecer relação entre as contas off shore no Panamá do BES com vários portugueses. Entre eles os próprios membros da família, administradores e quadros superiores do Grupo e políticos. Entre os últimos estão os investigados na Operação Marquês.

Um caso em que já existirão indícios concretos prende-se com José Sócrates. Os Panama Papers vieram confirmar a suspeita do Ministério Público (MP) de que a ES Enterprises será a origem dos cerca de 12,5 milhões de euros que Hélder Bataglia, líder da ESCOM, transferiu para as contas do empresário Joaquim Barroca (movimentadas por Carlos Santos Silva) e para o amigo de José Sócrates na Suíça. Segundo o MP, essas transferências tinham o ex-primeiro-ministro como destinatário.

A justiça é lenta mas faz o seu caminho.

A China tem 7% da terra arável e 21% da população mundial

Dizia-me o guia : aqui na China temos três prioridades . Matar a fome, matar a fome, matar a fome. Temos 21% da população mundial e 7% da terra arável. E qual pode ser a solução ? Comprar terra onde a houver .

E a China anda a comprar terra agora na Austrália e concorre ao banco de terra em Portugal. Na Austrália, em parceria com empresas locais quer comprar fazendas agrícolas maiores que o território português.

Um consórcio liderado pelo chinês Shanghai Pengxin Group, assumiu o controle de 1% do território australiano, apesar da oposição do Governo do país, que tentava bloquear a operação há alguns meses. A compra das terras ocorre numa onda de grandes aquisições de activos estratégicos no exterior em curso por parte de empresas chinesas.