Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

A ganância não é de esquerda nem de centro nem de direita

É apenas ganância e não há sistema politico que mude a natureza humana. Neste caso das off shores estão lá todos, da direita, da esquerda e do centro. Democratas, autocratas, ditadores, comunistas, neocomunistas,  misturados com traficantes de armas, drogas e outros criminosos.

Não há sistemas políticos nem ideologias imunes aos defeitos humanos. Para isso há a lei e o estado para a aplicar. O problema é que a lei local não tem força a nível global. Há assim uma terra de ninguém onde mandam as sociedades de advogados e os banqueiros.

Esperemos pelo menos que a dimensão chocante deste caso leve a alguns ajustes, que agite as opiniões públicas nacionais e que a lei funcione contra a ganância.

O capitalismo precisa de transparência e de mecanismos de combate aos comportamentos ilícitos criminosos que minam a sua força enquanto sistema capaz de promover o crescimento e o bem estar.

PS : a partir de Luis Marques - Expresso 

Quando se começa a falar de resgates...

É mau sinal mesmo que seja para dizer que " não  antevejo risco significativo para novo resgate " ou para assinalar datas.

A verdade é que os recentes dados para a economia e para as contas nacionais são todos maus. Desemprego a subir, taxas de juro a subir, taxa do PIB a descer, exportações a descer, importações a subir , saldo das contas externas a reduzir...

Mário Draghi vei cá avisar que governar não é reverter as medidas tomadas no âmbito do programa da troika e que são necessárias mais medidas estruturais, com a actriz do BE vir a terreiro dizer que o presidente do BCE não tem legitimidade para vir cá dizer a verdade. É preciso calar bocas que é o que se faz lá nos paraísos em que a senhora acredita.

O BCE já veio dizer que no fim deste ano deixa de comprar dívida portuguesa o que poderá corresponder a um aumento das taxas de juro da dívida de 2% o que atiraria a taxa para 5%. Teixeira dos Santos colocou a dead line em 7%. Estamos perigosamente próximos depois de as taxas nos últimos meses terem subido mais de 1% e andarem agora acima dos 3%.

Onde é que o governo vai buscar mais dinheiro com o PIB a ficar bem abaixo do orçamentado , o investimento inexistente e o desemprego a crescer ?

 

Se fecharem os off shores o que virá a seguir ?

Já há cartões pré-pagos que são carregados não se sabe onde e qual a origem do dinheiro. Acabar com os off shores é só abrir a porta a outras formas mais sofisticadas de esconder dinheiro e património. Há que encontrar um equilíbrio que leve a que a evasão fiscal não seja compensadora . Para isso é preciso que os estados sejam mais controlados nas despesas e consequente nível de taxação fiscal. E só se controla ( não extingue) de forma global com cooperação entre os estados a começar ( por ser mais fácil) na União Europeia.

Ah, é verdade, não há americanos nos papéis do Panamá porque os interessados em colocar dinheiro nas off shores adquirem nova nacionalidade para fugirem ao apertado cerco que lhes é movido pela fiscalidade dos US.

expresso2.jpg