Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

O funeral da supremacia moral da esquerda

Jerónimo de Sousa, Catarina Martins e Francisco Louçã roçam o ridículo quando tentam suavizar a gravidade do que se está a passar no Brasil. Em desespero tentam desviar a atenção de um caso de corrupção de políticos da sua área politica, apontando o dedo ao imperialismo americano e ao capitalismo. Mas corrupção é corrupção. Ponto final, parágrafo.

É bom que a extrema esquerda partilhe a governação em Portugal como já hoje é evidente na Grécia. Acabaram, se é que ainda existiam, os amanhãs que cantam. Mas para estes cegos há sempre um culpado....

(...)PCP em que é dito que "os recentes desenvolvimentos no Brasil não podem ser desligados do aprofundamento da crise do capitalismo", que no Brasil "os seus sectores mais retrógrados e antidemocráticos promovem uma intensa operação de desestabilização e de cariz golpista", que agem "por via da instrumentalização do poder judicial e da acção de órgãos de comunicação social", para uma "acção de desestabilização indissociável do conjunto de manobras de ingerência promovidas pelos Estados Unidos".

Mas igualmente grave é a declaração feita por Catarina Martins de que a acção da Justiça brasileira é um "golpe de Estado do século XXI", acusando "um poder judicial, com órgãos de comunicação social, que está a agir fora do Estado de direito". Ou a relativização feita por Louçã na SIC, em que tentou reduzir ao ridículo as investigações.

Esta gente é capaz de dizer tudo para mentir ao povo que dizem defender

A economia está a perder gaz nos últimos meses

econgaz.jpg

 Os indicadores coincidentes do Banco de Portugal continuam a dar sinais de arrefecimento da economia portuguesa. Então como é que o crescimento da economia que não existe vai permitir uma maior arrecadação de impostos e conseguir pagar o aumento da despesa? António Costa deve ter uma boa ideia. Para já prepara-se para fincar o dente no dinheiro da Segurança Social. ( mil milhões ). A seguir virá o aumento do IVA ( dá resultados no imediato). E como irá compensar a fuga ao imposto sobre os combustíveis com 80% da frota de camiões a abastecer em Espanha, 5% na França e outros 5% na Alemanha?

O barco a afundar e a orquestra a tocar no convés...

E quando os povos Europeus tomarem em mãos as medidas necessárias ?

Se os governos não tiverem coragem para tomarem as medidas necessárias o povo da Europa, como já fez várias vezes, toma em mãos próprias essas medidas. E incendeia mesquitas, mata muçulmanos, expulsa migrantes.Uma coisa é certa, da nossa terra ninguém nos vai expulsar e não vamos deixar que nos matem sem luta. E já começaram.

O Islão vai ter que se portar como todas as outras religiões no mundo. Se o seu objectivo é recuperar o que consideram o seu território, então estamos perante uma guerra e temos não só o direito mas também o dever de nos defendermos. Está aqui tudo no vídeo

 

Aumentar a despesa cá e a receita do lado de lá

Dos 15 000 camiões da Antram 12 000 abastecem em Espanha. Tal como diz o ministro da economia a receita fiscal fica do lado de lá da fronteira.

Dizia um dos camionistas. Enchemos aqui ( já em Espanha) viajamos para o centro e norte da Europa, voltamos a encher o depósito aqui no regresso, e voltamos a encher quando voltamos ao centro da Europa. A poupança é de 300 euros em cada viagem. Atestam do lado de lá da fronteira cerca de mil camiões por dia a que há a juntar os cidadãos portugueses que vivem junto da fronteira. Um tiro nos pés . E não há como dar a volta

A Antram antecipa que a justificação do Governo para a medida se mantenha - compensar a queda preço do petróleo nas contas públicas: "Acontece que esta baixa se reflecte em todos os países e, se em Portugal a carga fiscal for superior, as empresas portugueses deste sector terão necessariamente um custo de produção superior aos demais concorrentes europeus".

Estamos a falar de 80% da frota a abastecer em Espanha . E 5% abastece em França e os outros 5% na Alemanha.

E como vai o governo compensar a perda de receita ? Aumentar o IVA nos produtos em geral e vai à Segurança Social buscar mil milhões para relançar a reabilitação urbana. Quando chegar a hora na Segurança Social e faltar o dinheiro para as pensões já cá não estamos e quem venha atrás que apague a luz.

camioes.jpg

 

É só uma coincidência

É, não é Mais duas dúvidas que me ocorreram nesta semana. - Quando a Barraqueiro, que aceitou renegociar a presença na TAP, ganha uma adjudicação direta para manter por mais dois anos a concessão da Metro do Porto, isso é uma coincidência, certo?
- Quando o governo PS e o BE só nomeiam subscritores do manifesto dos 74 para o grupo que vai estudar a reestruturação da dívida, isso quer dizer que...o estudo está feito e pronto a entregar ao Sr. Draghi no Conselho de Estado convocado pelo Presidente Marcelo?