Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

A construção civil também se exporta

Como já não há por onde construir autoestradas e casas por habitar são às dezenas de milhar, e as betoneiras precisam de continuar a trabalhar, o governo arranjou trabalho na Argélia. Setenta e cinco mil habitações correspondem a cerca de 4 mil milhões de euros. Trabalho para arquitectos, engenheiros, pessoal qualificado e materiais de construção.

As construtoras Prebuild, Abrantina e Paínhas assinam amanhã em Argel, capital da Argélia, contratos para a construção de 65 mil casas, ao longo dos próximos cinco anos. Um negócio que deverá ascender a 4000 milhões de euros.

"O governo argelino convidou Portugal e mais dois países para executar esta enorme tarefa. Eles têm os recursos, nós temos o 'saber fazer'. Desafiaram-nos e aceitámos", sublinha Álvaro Santos Pereira, ministro da Economia.