Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Em Alvalade um anão começaria a crescer

Uma derrota em que o último jogador a tocar na bola nos três golos é do Sporting faz pensar. Na semana passada a única vez em que o adversário foi à baliza leonina marcou um golo. O Sporting atirou uma bola à trave e viu um golo (mal?) anulado. Isto só para falar na era Jesualdo.

Esta equipa, como tenho aqui dito muitas vezes, tem capacidade para alcançar um lugar com direito a disputar um dos lugares  nas competições europeias, mas é preciso persistência.

Na vida das pessoas também é assim, muitas vezes cai-se em situações de onde é difícil sair.É verdade que normalmente a situação resulta de erros acumulados mas não se pode desistir. Esta equipa tem um grande handicap que é a sua baixa estatura e o seu baixo peso corporal. Com espaço joga bem e com técnica mas nas duas áreas, a defender e a atacar, é a "mordedura" de um mosquito.

Os golos do Rio Ave mostram isso mesmo, remates inofensivos que resultam em golos porque a bola bate num dos defesas e em vez de parar ou mudar de direcção para longe vai para a baliza. Se for no nosso ataque é ao contrário, como a potência não é nenhuma não acontece nada.

Há  que preparar as coisas para adquirir um ou dois jogadores fisicamente fortes que desgastem a defesa adversária. Há momentos em que os centros dos extremos vão encontrar o Wolswinker emparedado entre cinco defesas adversários.

Não dá ! Temos que persistir, e começar já a partir desta base a trabalhar na próxima época. Com serenidade! Voltar tudo ao principio é dar avanço o que fazemos há pelo menos uma década!