Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

O PCP e o BE acordaram para a politica orçamental a que se venderam

Não foi a magia de Centeno, foi um truque .

Da mesma forma que a economia não é um sucesso, Centeno não é um mágico . As cativações não explicam todo o sucesso alcançado com o valor do défice mas ajudaram. Se às retenções dos gastos dos ministérios juntarmos o gigante perdão fiscal atribuído a quem sistematicamente foge ao Fisco, e ainda outros pozinhos extraordinários, chegamos ao número mágico.

O Bloco de Esquerda e o PCP finalmente acordaram para a política orçamental a que se venderam. E tentam a todo o custo mostrar que não são também responsáveis pelas consequências de termos o governo mais austero de sempre.

Fazer 950 milhões de cativações, o maior valor de que há registo, tem de ter consequências no funcionamento do estado. Até se podem não sentir de imediato mas é impossível esconder por muito tempo a falta de meios.

Não foi a magia de Centeno que nos trouxe o défice mais baixo de sempre. Foi um truque. Os serviços do Estado estão a começar a falhar, por falta de meios. Basta abrir os olhos e olhar à nossa volta.

PS : João Vieira Pereira - Expresso

marianamortagua3.jpg

 

"O Orçamento executado em 2016 não é o Orçamento que nós aprovámos.”

 

 

O truque, a ter sido feito, valia 0,1% no défice

Teria sido uma golpada épica. 0,1% a mais no défice . Trata-se de uma investigação jornalística de grande alcance e com consequências difíceis de imaginar. Para não falar nas circunstâncias que eram um pesadelo.

O resultado foi uma constituição de imparidades 157 milhões de euros abaixo do que tinha sido previsto. Se isto não tivesse acontecido, o défice desse ano teria sido 0,1 pontos percentuais mais alto. Será isto politicamente relevante? Será isto assim tão extraordinário? Será isto uma malvadez da atual ministra das Finanças, uma obscenidade sem paralelo noutros governos, incluindo os do PS, ou até nas empresas privadas? 

Nas últimas semanas eleitorais vale tudo em radicalismo e agressividade . Mas convinha ter algum discernimento não vá, qual boomerang, o truque acertar na própria moleirinha...