Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

O que significa a ofensiva do governo contra a Altice/PT por causa da TVI?

Já vimos este filme nos tempos de Sócrates, a tentativa de controlar um orgão de informação, curiosamente o mesmo. A TVI . Há vários ministros socráticos .

É que nunca se viu um primeiro ministro estar contra um negócio entre duas empresas privadas e dizê-lo publicamente na Assembleia da República. Terá havido por parte da Altice uma jogada de antecipação ?

Não que me entusias-me esta Altice. Com uma dívida de 50 mil milhões de Euros e uma constante corrida para a frente, com cortes no pessoal e nos fornecedores, tudo indica que o melhor mesmo é não dormirmos descansados. Mas é uma empresa privada, enquanto cumprir as regras o governo não tem que imiscuir-se. E há os reguladores cá dentro e em Bruxelas.

Estarão os sucessores de Sócrates tentados a aproveitar o saneamento da banca e uma eventual rearrumação da comunicação social, para relançarem o projecto imperial do seu antigo chefe? Ou sentem que lhes convém, pelo menos, marcar os limites consentidos ao jornalismo e à opinião, confrontando a Altice com “obstáculos políticos à concretização do negócio”, para usar a expressão de um analista do mercado?

Ou me engano muito ou temos Sócrates 2

OU ME ENGANO MUITO | OU TEMOS SÓCRATES 2
Será que a Altice contrariou um plano Sócrates 2 para compra da TVI e impediu, assim, outra manobra de controle da generalidade dos media? Será que as tentações de Sócrates de ter na mão a generalidade dos media, controlando também as estações de televisão, através da PT e suas adjacências (Ongoing e etc) renasceram das cinzas políticas do ex-PM? Controlar a a agenda política, através dos media, e aniquilar as oposições pela marcação e calendarização de «factos» redutores da acção dos adversários políticos seria (é!) uma arma de arremesso fortíssima e poderosa. Será que a Altice foi 'demasiado' independente e se adiantou aos candidatos da geringonça ? Se o foi, aguardemos os pregos que lhe serão colocados no caminho (lembrem o discurso do nosso PM na AR).

A culpa é da PT não é da Altice

privatização iniciou-se com António Guterres, foi ordenhada por José Sócrates e seus muchachos e acabou com a venda da "golden share" por Passos Coelho.

Depois do que aconteceu à PT esperavam que boas empresas se interessassem pela empresa de comunicações ? A PT estava ( e continua a estar) espremida até ao tutano, com as prateleiras cheias de boys e girls( a ganhar principesca mente) e de pessoal desnecessário. Era de esperar que a Altice não se queira livrar dessa tralha ?

É claro que a Altice compra estas empresas que estão num buraco para as aliviar do fardo e a seguir as vender às postas. Mas é preciso que as empresas a comprar como a PT se ponham a jeito .  A culpa não é da Altice é da PT e de quem a levou à falência .

Já agora olhem para o Novo Banco e para o comprador. As boas compradoras não querem más empresas. Em relação a esta última até já temos o governo a dizer que nos vão aos bolsos ( aos contribuintes a quem seria ? ) Tantas mentiras de Costa & Cª...

E para aqueles que andam cegos com as mentiras ou meias verdades de Costa deixo aqui o texto que escrevi há algum tempo. Houve gente que não gostou.

Uma ALTICE (ssíssima) golpada

Que eu saiba MEO e PT não são marcas são designações comerciais de empresas independentes e com natureza jurídica própria. Para lhe mudarem o nome comercial vão ter que as extinguir e criar uma só empresa com a designação jurídica de ALTICE .

A primeira consequência , é que aqueles cerca de 3000 trabalhadores que estão em casa a receber o seu salário vão ser envolvidos num processo que visa entrar em ruptura com o contrato em vigor. E vão direitinhos para o desemprego . Direitos adquiridos ? Marca global ? Pois sim, conta-me histórias que eu gosto.

Depois de criarem uma empresa global, estabelecem a sede numa off shore onde se pague uma baixa taxa de IRC ( na Holanda ou no Luxemburgo) e, para efeitos fiscais, os prejuízos  da ALTICE que opera na Colômbia, por exemplo, reduzem aos fabulosos lucros que obtém em Portugal ( por exemplo) . Com um pouco de sorte arrecadamos os descontos para a Segurança Social e do IRS.

Para vergonha de quem colocou a PT nas mãos de "caçadores" de fortunas, não de empresários, ainda havemos de saber como é que o Estado através da CGD e do BES impediu a OPA da SONAE, empresa portuguesa.

Mas agora resta-nos chorar e fazer de conta que o Estado vai impedir a golpada e o desemprego de uns milhares de trabalhadores, de peito feito, vou gostar de ver o António Costa distribuir culpas por tudo quanto mexe menos, é claro, pelos seus camaradas do governo a que ele próprio pertenceu.