Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Não, o assunto não está encerrado e muito menos esclarecido

A tentativa de fechar o assunto dos incêndios, a pressa de António Costa, está a ter a reacção que se esperava.

O presidente da República diz em entrevista ao DN que está à espera das conclusões dos inquéritos às mortes de Pedrogão e ao roubo das armas em Tancos que considera grave. A Protecção Civil reage à " lei da rolha" . As famílias querem saber mais.

Contra o que o ex-ministro da Administração Interna e actual primeiro ministro desejaria o assunto não está esclarecido . Há culpados .

De repente o problema não são as mortes passou a ser o aproveitamento político

“Costa lamenta aproveitamento político de mortes em Pedrógão”; “Marcelo contra aproveitamento político das vítimas de Pedrógão”; “Pedrógão Grande: Bloco acusa PSD de aproveitamento político”

Considera a eurodeputada Marisa Matias que no caso das vítimas de Pedrogão a lista dos mortos não deve ser pública “por respeito às vítimas”. Ora uma pessoa não devidamente esclarecida sobre os meandros do aproveitamento político até podia pensar que a eurodeputada quer é respeito pelo seu sossego pois não é para todos (e todas, como diria a senhora eurodeputada) apoiar um governo que se confronte com tal lista.

É bastante claro o respeito que esta gente tem pelos mortos. Ainda me lembra no tempo da Troika as mortes que eram atribuídas aos cortes de verbas no SNS.

Com todo o respeito pelos mortos...

capa_jornal_sol_29_07_2017.jpg

 

1 comentário

Comentar post