Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

A Irlanda não quis ou não conseguiu ?

"Perante o caso irlandês, só o regresso aos mercados em autonomia permitirá a Portugal declarar vitória" escreve Fernando Madrinha no Expresso. Acontece que no mesmo jornal vem a notícia que não foi a Irlanda que não quis, foi a Irlanda que não conseguiu preencher todas as condições para aceder ao programa cautelar.

Ficamos sem saber porque é que mesmo jornalistas e comentadores normalmente equilibrados querem tanto que a fasquia para Portugal seja a mais alta possível. Que corra o risco de falhar. Para que o País volte a ter eleições antecipadas sem que o PS tenha alternativa ? Que ganhará o país com isso?

Para bem do país é preciso que Portugal cumpra o programa até Junho, altura em que a Troika dará por findo o programa. Depois é preciso que nada prejudique a retoma da economia em curso, a persistente descida do desemprego e a suave redução das taxas de juro da dívida.

Chegados a esse momento, e com o interesse nacional bem presente é necessário que o governo possa aceder aos mercados com ou sem ajuda. É este o interesse nacional. 

Mesmo comentaristas normalmente equilibrados andam de cabeça perdida com as escaladas das escadarias, as "aulas magnas" e a invasão dos ministérios. São os que defendem a Constituição. Também eles têm dias!

 

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.