as autoestradas da informação

23
Nov 14

A TAP está a tentar vender um avião A 320 para socorrer a tesouraria. A operação financeira é simples. Comprou em leasing vende a pronto. Recebe já o dinheiro e vai pagando a dez anos. Isto é uma operação que mostra à evidência que a TAP já entrou no garrote da tesouraria. Já está a vender os anéis para sobreviver.

Mas a turma da "companhia de bandeira" não desiste. A soberania está em perigo com a privatização da companhia.

Os Estados Unidos têm quatro companhias de transporte aéreo e nenhuma é "de bandeira". E parece que não estão preocupados quanto à soberania. Os espanhóis venderam a Ibéria aos ingleses, mas não é por isso que a Catalunha quer a independência. Os holandeses também venderam a KLM aos franceses e não é por isso que a Holanda desapareceu do mapa. Mas nós somos especiais de corrida temos que ter uma "companhia de bandeira".

Como já se percebeu a nossa "companhia de bandeira" é muito boa mas ninguém a quer. Chegamos atrasados ao processo de concentração do transporte aéreo e chegamos com uma companhia em mau estado, um negócio ruinoso no Brasil, urgente necessidade de capital e imagem em rápida degradação.

O verdadeiro problema não é vender a TAP é encontrar quem a queira comprar. Esta sim uma boa causa para a turma da "companhia de bandeira".

PS : Expresso - Luís Marques

publicado por Luis Moreira às 01:40

22
Nov 14

Este caso, na sua substância, não é diferente dos demais.

Nem mesmo é diferente pelo facto de, pela primeira vez, ter sido detido um ex-primeiro ministro. Essa diferença já vinha de há nove anos, porque,então, aí sim, pela primeira vez, o país tivera como primeiro-ministro alguém tão pouco recomendável, mesmo tendo em conta que antecedido por outros que também não se recomendavam particularmente.

Certo é que o circo mediático está montado em todo o seu esplendor e, aqui, talvez, com uma pequena, mas importante, diferença - os que, há menos de uma semana pré-julgavam outros detidos nas mesmas circunstâncias e os seus amigos (como se a prática criminosa fosse passível de contágio) vêm agora clamar (desta vez bem) pelo princípio da presunção da inocência e, sendo íntimos amigos e colaboradores do detido, têm-se por imunes a qualquer propagação, não retirando as mesmas consequências que exigiram dos outros..

Bom, deixemos em paz o processo e permitamos que a justiça funcione. Serenamente, porque, sem serenidade, não há justiça.

Entretanto, há um facto que me tem trazido deveras curioso.

É ele o do mestrado de Sócrates em Ciência Política ou Filosofia, consoante as versões, numa suposta escola de Paris.

É matéria que, necessariamente, não está abrangida pelo segredo de justiça.

Se o tal mestrado tiver sido obtido, tudo será normal. De exorbitante, apenas, a circunstância de não ter sido precedido por qualquer licenciatura, o que, porém, conferirá acrescido mérito ao graduado.

Se tal grau académico for mais uma invenção, embuste será, mas um simples embuste não constitui crime.

Portanto, acerca disso, é lícito falar.

Ora, libertos das peias do sigilo, poderiam os jornalistas investigar e esclarecer. Ou os amigos, pesarosos, informar.

Bem que gostaria de ver o diploma.

publicado por RUI SANTOS às 20:21

A taxa de desemprego reduziu-se de 13,9% para 13,1% no terceiro trimestre de 2014, atingindo 688,9 mil pessoas. Trata-se de uma redução de 0,8 pontos percentuais face ao segundo trimestre e de 2,4 pontos em relação ao ano passado.

recuperação económica mostra-se capaz de gerar emprego. Já estivemos nos 17%.

A ministra da Finanças à saída de uma audição sobre o Orçamento teve uma frase enigmática " Podemos ter surpresas positivas em 2015". Como não disse quais são as surpresas cada um de nós pode fazer um exercício de adivinhação. O meu é este.

1) - O preço do petróleo que já andou acima dos 120,00 dólares está agora à volta dos 80,00 dólares. Esta diferença pode representar, em termos de importação, uma redução entre 1 500 milhões e 2 000 milhões.

2) Aquela redução pode induzir no PIB um crescimento de 0,5% o que equivale a cerca de 700 milhões  

3) Com o PIB a crescer entre 1,5% e 2% a criação de emprego pode acelerar criando mais receitas para o estado e diminuindo a despesa em subsídios sociais de desemprego ( montante difícil de prever)

4) Os juros da dívida pública  cuja redução já se faz sentir de forma importante nas Contas Externas podem descer ainda mais ( 1 000 milhões ?)

Se isto se cumprir temos uma redução na despesa em 2015 de cerca de 3 500 milhões de euros o que dá para cumprir o défice (2,7%) sem mais medidas adicionais de austeridade. 

Para além disto temos o comportamento fantástico das Contas Externas muito acima do que se previa.     

publicado por Luis Moreira às 15:51

Há uma semana ouvíamos Ferro Rodrigues, entretanto regressado à primeira fila na AR juntamente com outros ex-ministros do último governo socialista, a gritar o nome de José Sócrates. A sublinhar que o PS não renegava a herança do ex-primeiro ministro. Seguro caiu porque quis manter um distanciamento a Sócrates que o partido nunca  aceitou. 

António Costa tem um enorme problema pela frente e vai tentar desviar-se dele a todo o custo já que não pode removê-lo. Para o bem e para o mal Sócrates marcou o ADN socialista, basta ouvir os socratistas que respiram ao mesmo ritmo do seu chefe.

Quando a maré baixou, deixou a descoberto um país em falência, grandes empresas e bancos assentes em areia movediça. Até empresas que eram pequenas e que passaram a grandes pela mão do governo , voltaram às dificuldades de sempre. E apareceram os negócios ruinosos das empresas públicas, as PPPs, os Swaps, as rendas fixas, os prejuízos escondidos, a desorçamentação, numa fuga permanente para a frente que tinha muito de desespero. E com tudo isto milhares de milhões desapareceram para prejuízo de muitos e lucro de poucos.

As pessoas não esquecem e logo que foi possível, removendo de lugares estratégicos quem bloqueava, o inevitável veio à superfície. Há muita gente poderosa a querer apresentar a factura.

"“Caras e caros camaradas, estamos todos por certo chocados com a notícia da detenção de José Sócrates. Os sentimentos de solidariedade e amizade pessoais não devem confundir a ação política do PS, que é essencial preservar, envolvendo o partido na apreciação de um processo que, como é próprio de um Estado de Direito, só à justiça cabe conduzir com plena independência, que respeitamos”.

 

 

publicado por Luis Moreira às 12:45

Informação de última hora que a SIC está a emitir. José Sócrates foi detido à chegada ao aeroporto.

Também a CMTV avançava há menos de meia hora que o antigo primeiro ministro estaria a ser investigado no processo  Grupo Lena ( Leiria). Segundo o director do jornal em entrevista à CMTV a investigação estaria ligada à propriedade do apartamento  de Paris onde Sócrates reside.

PS: notícia em actualização

Há ainda mais três detidos nesta operação. Comunicado da PGR confirma notícia. Indiciado por fuga ao Fisco, branqueamento de capitais e corrupção.

Sócrates vai passar a noite na prisão e será ouvido este sábado por um juiz.

20 milhões escondidos diz o SOL

detido.jpg

 

publicado por Luis Moreira às 00:19

21
Nov 14

Não foi o PEC I, nem o II, nem o III, mas o IV é que era. Vejam estes vídeos com a visão independente de quem olha lá de fora :

Ainda hoje um dos visionários vem com a mesma lega lenga : Com o PEC IV é que era. Teríamos evitado a ajuda externa. Podem ser ministros e deputados uma vida inteira que nunca conseguirão ser mais do que isto.

 

 

publicado por Luis Moreira às 22:28

Os juros da dívida estão em queda em todos os prazos. A reestruturação da dívida prossegue com resultados já bem visíveis ao nível das Contas Públicas : "A partir dos valores atrás indicados, fácil é concluir que a inesperada melhoria verificada no corrente ano é em boa parte explicada pela redução do défice na Balança de Rendimentos primários, a qual será certamente devida à expressiva redução que tem vindo a verificar-se no nível das taxas de juro que o País paga ao exterior pela enorme dívida que acumulou (para alguma coisa serviu a "maldita" Austeridade)…

É esta a reestruturação da dívida ao alcance do país e que tem que continuar até ser possível pagá-la . Para isso é necessário crescer na economia e cortar no desperdício . Não há outra forma como está mais do que demonstrado pela falta de alternativas credíveis. 

publicado por Luis Moreira às 15:39

Tavares Moreira acompanha, atento, o comportamento das nossas Contas Externas  (  talvez o mais importante dos índices económicos) que raramente são referidas na imprensa . A razão é simples. São uma boa surpresa.

"Vivemos, efectivamente, num universo mediático em que a mais rematada incoerência e a falta de conhecimento dos assuntos tratados dão as mãos para informar o público da forma mais desastrada e (naturalmente) causadora da maior confusão…"

"Contra toda a expectativa (minha, inclusive), a informação hoje divulgada pelo BdeP relativa à posição das contas externas no corrente ano, até ao final de Setembro, revela uma considerável melhoria face aos valores registados em igual período de 2013."

Um saldo dos saldos, ou seja Balança Corrente + Balança de Capital,  positivo, de € 2.697,3 milhões, superior em 28,4% ao observado em 2013 (€ 2.101,1 milhões).

Não deixa de ser curioso notar que assistimos, na semana passada, a mais um incompreensível exercício de lamentação colectiva, por parte da generalidade dos "media" bem como de boa parte dos "opinion-makers", a propósito do anúncio do agravamento do défice comercial ( de Mercadorias, não considerando os Serviços, que também fazem parte do saldo comercial) até Setembro…

publicado por Luis Moreira às 10:56

Vários deputados do PSD e também do PS estão contra a reposição da subvenção aos ex-políticos. Ao Observador, alguns deputados do PSD dizem que esta aprovação é “um insulto aos portugueses” e que, além disso é um “erro político” e que, por isso acreditam que a maioria dos parlamentares votaria contra a medida caso fosse dada liberdade de voto. “A partir do momento em que Montenegro aceite a liberdade de voto, a medida estará derrotada”, acredita um deputado.

Deputados que sentem vergonha e ficam incomodados com as decisões injustas da AR é um sinal de esperança. Nem tudo está perdido.

publicado por Luis Moreira às 00:43

20
Nov 14

Oh diabo, esta é que eu não esperava. A PJ no âmbito do processo Vistos GOLD, visitou hoje a Câmara de Lisboa por haver suspeitas de favorecimento de um empresário Chinês na compra de um prédio, sem hasta pública.

Haverá uma escuta telefónica que dá um dos arguidos em prisão preventiva a acertar o cambalacho com um responsável camarário. Não se sabe se o negócio foi concretizado mas isto mostra que, como diz o PCP, as trapalhadas foram feitas mesmo debaixo do nariz dos ministros e do Presidente da Câmara.

Também ficamos a saber que António Costa, enquanto ministro da Administração Interna, deu luz verde a um programa "GOLD" mas para os empresários. E com sucesso.

Não é porta para lavagem de dinheiro e não se confunda a árvore com a floresta.     

 

publicado por Luis Moreira às 21:27

Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
Contador